A TUA RÁDIO NO SUL

JÁ TOCOU
 
A TOCAR
 
VAI TOCAR
 
Edifício da Alfândega passa para a Câmara de Faro para ser espaço de gastrodiplomacia

Data

Negociação entre o município e o Ministério das Finanças, ao qual pertence o edifício, estão na reta final.

O edifício da Alfândega, na Baixa de Faro, junto à doca de recreio e ao Hotel Eva, vai transformar-se numa «Embaixada Gastronómica», um «espaço de gastrodiplomacia, onde se fará o cruzamento de culturas» e dos sabores e saberes culinários de diferentes países, revelou Paulo Santos, vice-presidente da Câmara de Faro.

A autarquia farense e o Ministério das Finanças estão quase a concluir o acordo que permitirá que este icónico edifício passe para a posse da Câmara.

E a meta é fazer deste «um espaço multicultural de diálogo e de encontro da cultura gastronómica». «Fazer cruzamentos com a gastronomia de outros locais, a partir da nossa cultura gastronómica, dos nossos sabores e dos nossos produtos».

Contudo, e uma vez que a Alfândega está atualmente a ser usada pelas Finanças, apesar do processo «se concluir agora em termos de acordo», o espaço só poderá ser utilizado pela Câmara de Faro, depois do novo edifício para a Autoridade Tributária estar construído.