A TUA RÁDIO NO SUL

JÁ TOCOU
 
A TOCAR
 
VAI TOCAR
 
Olhão reflete sobre a Saúde Mental infantojuvenil em Comunidade

Data

O projeto “SER Mental – Serviço Especializado em Rede para a Promoção da Saúde Mental na Infância e Adolescência”, promovido pela MOJU – Associação Movimento Juvenil em Olhão, assinala o Dia Mundial da Saúde Mental através de um conjunto de iniciativas que serão desenvolvidas em parceria com entidades da Rede Social de Olhão.

Dia 10 de outubro, o projeto “SER Mental” em parceria com o Agrupamento de Escolas Dr. Alberto Iria irá dinamizar ações de sensibilização, para a promoção de literacia em saúde mental junto de estudantes do 3º ciclo do ensino básico, estando também prevista a realização de um Workshop Temático para a comunidade educativa e sociedade civil em geral.

No dia 13 de outubro, em parceira com o município de Olhão, Centro de Bem-Estar Social Nossa Senhora de Fátima e o CLDS 4G “Olhão em Rede”, o “SER Mental” integra a comissão organizadora do Seminário “Impactos da Pandemia na Saúde Mental -Infância e Adolescência” que decorrerá no auditório municipal de Olhão entre as 9h30 e as 16h30.

O Seminário iniciará com uma Mesa Redonda, em torno da temática Desafios em Saúde Mental, com a participação do Presidente da Direção do Centro de Bem-Estar Padre Carlos Aquino, Dra. Joana Ferreira (pedopsiquiatra) e Dra. Mónica Mexia (psicóloga clínica).  A seguir ao intervalo seguir-se-á a comunicação da Dra. Teresa Nunes (pedopsiquiatra reformada) e da Dra. Diana Teixeira (psicóloga clínica no CAPIC – Centro de Apoio Psicológico e Intervenção em Crise do INEM).

No período da tarde dar-se-á início à Mesa Redonda “Saúde Mental em Comunidade”, com a participação da Vereadora Elsa Parreira (município de Olhão), Dra. Tatiana Nogueira (neuropsicóloga SER Mental), Dra. Maria Joana Rafael e Dra. Beatriz Miranda (CLDS 4G “Olhão em Rede) professor Sabino Soares (presidente CPCJ de Olhão) e professor Dr. Jorge Humberto Dias (coordenador do Programa Happy Schools). Em seguida decorrerá a sessão de encerramento com a participação da Dra. Margarida Flores (Diretora do Centro Distrital da Segurança Social de Faro.

O projeto SER Mental é financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian no âmbito da iniciativa “Reconstruir Melhor – Saúde Mental” contando com o apoio do Município de Olhão, da UF de Moncarapacho-Fuseta, da Freguesia de Olhão, da Freguesia de Quelfes e da Freguesia de Pechão.