A TUA RÁDIO NO SUL

JÁ TOCOU
 
A TOCAR
 
VAI TOCAR
 
Anunciados os vencedores do projeto LocalARTE

Data

No passado dia 29 de janeiro foram apresentados, no Centro Cultural de Lagos, os três vencedores do LocalARTE, projeto de arte contemporânea de artistas de Lagos, uma iniciativa de apoio e promoção do trabalho da comunidade artística local. Timo Dillner, Adelaide Filipe e Gonçalo Cabral foram os artistas premiados com o 1.º, 2.º e 3.º lugar, respetivamente.

Criado a pensar no incentivo à criação artística local, especialmente num período tão conturbado como a crise pandémica que afetou grandemente a cultura e as artes, o município lançou o projeto no final de 2021 como desafio aos artistas naturais ou residentes em Lagos, abrangendo áreas como a Pintura, Escultura, Cerâmica e Fotografia. Para além da possibilidade de verem os seus trabalhos expostos no Centro Cultural de Lagos, o LocalARTE integra também a componente de prémio monetário (1.º lugar 3000€, 2.º lugar 2000€ e 3.º lugar 1000€) como forma de estímulo ao seu trabalho nas artes.

O júri composto por Sara Coelho, Vereadora da Câmara Municipal de Lagos, Adriana Nogueira, Diretora Regional de Cultura do Algarve, Pedro Cabral, Professor e Diretor do curso de Artes Visuais da Universidade do Algarve, André Valente, em representação da Região de Turismo do Algarve, e Raquel Taquelim d’Almeida, artista plástica, teve a hercúlea tarefa de selecionar os vencedores de entre as mais de oitenta fantásticas obras dos quarenta e nove artistas participantes. Em cerimónia restrita no Centro Cultural de Lagos, devido às recomendações de saúde derivadas da pandemia, foram anunciados os três vencedores, havendo também espaço para três menções honrosas dada a qualidade das obras.

1.º prémio – Timo Dillner “Desmascarado”

2.º prémio – Adelaide Filipe “O Silêncio”

3.º prémio – Gonçalo Cabral “Tudo tem certo espírito secreto”

Menções honrosas:

Marcelo Pereira “66 Leis das Cores”

Nélia Duarte “Brites, que já foi mãe”

Peter Jones “Shetland Tweed Coat”

Para Sara Coelho, iniciativas como esta são necessárias na retoma gradual da atividade cultural e cabe à autarquia, enquanto entidade pública, apoiar o tecido artístico local, dando “um impulso às asas que os nossos artistas já têm para que possam voar, não só em Lagos, mas por todo o mundo”. Já Adriana Nogueira destacou o enorme talento e qualidade que presenciou nas obras participantes, as quais têm potencial para estar “em qualquer grande galeria de qualquer país do país ou do mundo”.

As obras dos quarenta e nove artistas desta primeira edição do LocalARTE estarão expostas nas salas 1, 2 e 3 do Centro Cultural de Lagos entre 1 de fevereiro e 19 de março (3.ª a sábado, 10h00-18h00), com entrada livre.