A TUA RÁDIO NO SUL

JÁ TOCOU
 
A TOCAR
 
VAI TOCAR
 
Cinema Documental e de Ensaio vai a Alte com “Memórias e Etnografia do Algarve”

Data

Esta sexta-feira, 14 de setembro, pelas 21h00, o Polo Museológico Cândido Guerreiro e Condes de Alte acolhe a 3ª sessão da Mostra de Cinema Documental e de Ensaio: “Memórias e Etnografia do Algarve”

Em exibição vão estar dois filmes: “Maria Belchior”, da autoria de Jorge Graça, e “Tudo vai dar em cantigas – Os Velhos da Torre” da autoria de Adão Contreiras e Helder Raimundo.

“Maria Belchior” fala-nos de uma idosa de longa idade, que persiste sozinha na sua rotina diária, na lida da casa! Este vídeo recebeu, em 2010, uma menção honrosa, no Prémio Micro Filmes para Macro Causas.

“Tudo vai dar em cantigas – Os Velhos da Torre” é uma longa-metragem sobre aspetos da vida do casal conhecido como Os Velhos da Torre, da freguesia de Alte, com um relato visual e sonoro do cancioneiro tradicional do Algarve, e não só, cantado pelos dois durante as fainas agrícolas e a vida doméstica. Imagens capturadas dentro do conceito de cinema verdade.

A sessão tem entrada gratuita e conta com a presença dos autores dos filmes: Adolfo Pinto Contreiras, Adão Contreiras, Jorge Graça, António Clareza e Helder Raimundo.

Esta Mostra de Cinema Documental e de Ensaio, promovida pela Associação Casa-Museu José Pinto Contreiras em parceria com a Casa da Cultura de Loulé e a Junta de Freguesia de Santa Bárbara de Nexe, e apoiado pela Direção Regional de Cultura do Algarve, decorre durante o mês de outubro. Pretende divulgar filmografia de caráter etnográfico e documental, de autores amadores ou semiprofissionais que documentam o Algarve nas suas diversas facetas sociais e culturais. A partir deste projeto inicial, a Associação pretende constituir um espólio fílmico com vista à criação de um Centro de Documentação de Cinema Etnográfico no sul do país, em formato digital.