A TUA RÁDIO NO SUL

JÁ TOCOU
 
A TOCAR
 
VAI TOCAR
 
DRCAlg apresenta as atividades no âmbito do projeto Magallanes_ICC à comunidade, no próximo dia 4 de julho, em Monchique

Data

A equipa do Magallanes_ICC, liderada pela Direção Regional de Cultura do Algarve, dinamiza a primeira sessão presencial da componente do projeto a cargo da DRCAlg, com a sua apresentação à comunidade criativa no próximo dia 4 de julho, entre as 17h30 e as 19h30, na Sala Manuel Martins, situada no edifício da Junta de Freguesia de Monchique.

Este é um projeto de cooperação transfronteiriça (Interreg), que reúne vários parceiros do Alentejo, Algarve e Andaluzia para trabalhar a temática das Indústrias Culturais e Criativas, com inspiração na passagem dos 500 anos da viagem de circum-navegação iniciada por Fernão de Magalhães, evocando o seu carácter pioneiro, criativo e inovador. Na componente do projeto que lhe cabe liderar, a Direção Regional de Cultura encontra-se a trabalhar no território dos Lugares de Globalização (concelhos de Monchique, Vila do Bispo, Aljezur, Lagos e Silves) para estimular a criação de produtos e/ou serviços no âmbito das ICC, ligados à temática da “participação algarvia no empreendimento da expansão marítima dos séculos XV e XVI”.

O objetivo é promover uma transferência de conhecimento histórico, validado pela comunidade científica, para o sector cultural e criativo, apresentando-o, tal como ao património associado, como recursos criativos e de potencial económico de interesse para a criação de produtos inovadores, sustentáveis e identitários.

A ligação à comunidade inicia-se com esta sessão em Monchique, com a presença da Diretora Regional de Cultura e contando, para o efeito, com a apresentação e enquadramento do projeto, a cargo de Susana Calado Martins, seguida das intervenções de Rui Manuel Loureiro sobre “Fernão de Magalhães e a Primeira Globalização”, a qual incidirá sobre a primeira viagem de circum-navegação e as suas consequências em termos globais, com uma ligação aos territórios do Barlavento algarvio e aos chamados Lugares da Globalização; e de Patrícia de Jesus Palma, a respeito das “Indústrias Culturais e Criativas: Conceitos, Desafios e Oportunidades”, com o qual procurará precisar conceitos, evidenciar os desafios e apresentar um caso, a partir do universo da investigação e produção de conteúdos.

A participação nesta sessão é livre e gratuita, mas sujeita à lotação da sala.

Ainda na mesma semana, terá início o Ciclo de Encontros de História, com a conferência de Valdemar Coutinho, intitulada “Fortes e Fortalezas do Barlavento Algarvio ao Tempo dos Descobrimentos”, a realizar em Vila do Bispo, a 8 de Julho, entre as 17h30 e 19h30. Regressa-se a Monchique no dia 22 de Julho, no mesmo horário, para uma conferência da responsabilidade de Filipe Castro, subordinada ao tema “Construir e armar caravelas algarvias na primeira modernidade”. Após cada uma das conferências do Ciclo Encontros de História terá lugar uma sessão de design territorial com a comunidade criativa, onde se trabalhará o mesmo tema, mas sob uma diferente abordagem.

De assinalar que neste âmbito já tinham sido promovidos dois wokshops em formato on-line, organizados por Rui Manuel Loureiro, subordinados ao tema “A História do Algarve e a Primeira Globalização”, nos quais um alargado conjunto de investigadores fez um balanço de diversas temáticas relacionadas com a história algarvia, na sua ligação à expansão marítima dos séculos XV e XVI.

Para o desenvolvimento deste projeto reúne-se uma equipa multidisciplinar, composta por especialistas de diversas áreas, sob a coordenação de Rui Manuel Loureiro, na área de investigação histórica, e de Susana Calado Martins, no que se refere à componente de ligação à comunidade e agentes culturais e criativos.

O projeto Magallanes_ICC é co-financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), através do Programa Interreg V-A España-Portugal (POCTEP) 2014-2020.

A sessões do dia 4 e do dia 22 de Julho contam ainda com o apoio logístico da Câmara Municipal de Monchique e da Junta de Freguesia de Monchique. Já a sessão do dia 8 de Julho beneficia do apoio da Câmara Municipal de Vila do Bispo.