A TUA RÁDIO NO SUL

JÁ TOCOU
 
A TOCAR
 
VAI TOCAR
 
Feira de Santa Iria regressa com novidades

Data

A maior e mais antiga feira do Algarve e uma das mais emblemáticas do país, regressa este ano com maior oferta, dinamismo e identidade.

De dia 14 a dia 23 de outubro, o Largo de São Francisco, morada de tantas décadas, volta a receber feirantes, parceiros e operadores, num certame cada vez mais repleto de oferta gastronómica, de vestuário, artesanato, mobilidade automóvel e alternativa, brinquedos e, claro está, muitas diversões para miúdos e graúdos. A Feira de Santa Iria é, igualmente, a ocasião ideal para associações, entidades e instituições das mais diversas áreas sem fins lucrativos, promoverem o seu programa e atividades, atendendo.

Nesse sentido, a Ambifaro E.M., procurou este ano responder de forma positiva a todas as solicitações endereçadas, criando para o efeito uma nova zona de alocação, maior, mais condigna e coberta – o Pavilhão das Entidades. Por outro lado, o recinto, que de ano para ano se procura ajustar às necessidades e condições de usufruto dos milhares de pessoas que diariamente nos visitam, contará este ano com outra nova área, desta vez de entretenimento e divulgação. Trata-se de um palco, onde a música popular, protagonizada por artistas e agrupamentos culturais algarvios, garantirá a animação de todos aqueles que por ali passem.

Para além disto, o recinto estará engalanado com novos pórticos contemplando todas as entradas com dignidade e nova sinalética para que todos saibam onde encontrar o que procuram – designadamente posto de primeiros socorros, casas de banho e secretariado da feira.

Contudo, este ano, a grande surpresa fica reservada para a maior protagonista em tantos séculos de existência: Santa Iria de Nabância. Estreando uma nova imagem que a procura homenagear com incontornável justiça, o certame deste ano ficará marcado pela cerimónia memorial a realizar no dia da morte da mártir – o dia 20 de Outubro. Esta iniciativa tem como ponto de partida a Igreja da Misericórdia de Faro onde, pelas 16h30, o Cónego Rui Barros, pároco da Sé e São Luís e Presidente da Assembleia Geral da Santa Casa da Misericórdia de Faro (SCMF) celebrará missa solene em honra da padroeira da feira e na presença da sua imagem, de alto valor patrimonial.

Finda a manifestação de fé, a Organização da Feira, em articulação com a Santa Casa da Misericórdia de Faro (SCMF) e a Divisão de Museus e Restauro da Câmara Municipal, fará deslocar a peça escultórica até ao Pavilhão das Entidades da feira, onde se dará a conhecer a populares, feirantes e curiosos das artes e património, a partir das 18h30. Esse será um momento marcado pelas alocuções de Marco Lopes, diretor do Museu Municipal de Faro, que discorrerá sobre o alto valor histórico e artístico da peça e do reitor do Seminário Episcopal, Padre António Freitas, que fará uma evocação da vida de piedade e virtude de Iria de Nabância.

A peça, que foi gentilmente cedida pela SCMF, ficará até ao final do dia para exibição no recinto da feira, regressando ao seu local de origem à hora de encerramento.

Não obstante, e à imagem do sucedido em anos anteriores, o Parque de Estacionamento Subterrâneo da Pontinha voltará a ficar à disposição de todos quantos dele queiram ter usufruto gratuitamente, durante os dias úteis em que decorre o evento. No mais, não faltarão atividades menos espirituais mas ainda assim do agrado de todos, como a roda gigante, os frutos secos algarvios, as pipocas, os churros e o algodão doce, a chouriça e o queijo da serra: tudo pronto para mais uma edição de sucesso, que se repete, todos os anos, em nome da tradição, da identidade e da alegria de todos.

A organização é da Ambifaro E.M. e do Município de Faro e conta com diversos apoios, como a União das Freguesias de Faro, os Bombeiros Sapadores de Faro, a Santa Casa da Misericórdia de Faro, o Seminário Episcopal e os clientes e amigos da Feira que a nós se juntam todos os anos para continuarmos a escrever a história da mais emblemática feira tradicional do Sul do País.