A TUA RÁDIO NO SUL

JÁ TOCOU
 
A TOCAR
 
VAI TOCAR
 
Três dias intensos de cultura marcam o início da programação de verão em Portimão

Data

Este verão vai ser marcado no concelho de Portimão por um atrativo conjunto de propostas culturais, dirigidas a toda a gente, e que arranca nos dias 15, 16 e 17 de julho com propostas nas áreas da música, fotografia, dança e literatura, sem esquecer as tradições de cunho popular.

Logo na sexta-feira, dia 15, as notas musicais da Simple Song Band vão dominar todas as atenções a partir das 21h00, integrando a programação da iniciativa “Música no Coreto”, promovida pela Junta de freguesia de Portimão, que terá lugar no coreto da Praça Manuel Teixeira Gomes.

Meia hora depois, o Festival Choque Frontal estará de regresso à Alameda da República de Portimão após dois anos de interregno, devido à pandemia, com as atuações de Sara Espírito Santo, Neon Noir e The Knightriders Band.

No sentido de dar continuidade aos eventos realizados pelo programa Choque Frontal da Rádio Alvor, o espetáculo abre com a cantora Sara Espírito Santo que, acompanhada pelo guitarrista Cammi, promete groove e um balanço muito especial, numa atuação que apresentará alguns clássicos do jazz e da soul music.

Quanto aos Neon Noir, dizem ter nascido da necessidade da contínua expressividade criativa, do social real e não virtual, da mistura do clássico ao moderno, com o propósito de criar uma identidade única, inspirada principalmente no movimento musical neo soul.

A noite terminará em festa com os Knightriders, que levarão o público numa viagem aos grandes sucessos da década de 1980, encerrando da melhor forma este evento de entrada livre, realizado pela Alvor FM em parceria com a Freguesia de Portimão e o apoio do Município de Portimão.

Ainda na mesma data, a partir das 21h30, continua a animação de verão no Jardim D. João II, em Alvor, com um bailarico popular.

As propostas para sábado, dia 16, abrem sob uma temática bastante atual, com a inauguração na antiga Lota de Portimão, às 18h00, da exposição de fotografias “75 dias na Ucrânia”, o período em que o fotojornalista portimonense João Porfírio, que estará presente, esteve em território ucraniano numa reportagem para o jornal “Observador”.

Durante o tempo em que a mostra estiver aberta ao público haverá um som ambiente de música orquestral, interrompido regularmente pelo som das sirenes de eventual ataque aéreo, contando essa playlist com a curadoria do prestigiado maestro Martim Sousa Tavares, fundador da Orquestra Sem Fronteiras, também presente na inauguração com cinco dos seus músicos.

A exposição, que pode ser vista até 16 de outubro próximo entre as 17h00 e as 23h00, reúne alguns exemplos marcantes do trabalho que o fotojornalista de 27 anos desenvolveu em cidades como Kiev, Bucha, Irpin, Borodianka, Hostomel, Kharkiv, Mikolaiv, Odessa, Lviv e Zaporizhzhya, durante os quais procurou espelhar o mais possível a realidade vivida na Ucrânia após a invasão russa.

Meia hora depois, a iniciativa “Verão Azul” estará de regresso ao Jardim 1º de Dezembro, numa ação da Biblioteca Municipal Manuel Teixeira Gomes destinada a celebrar o centenário de nascimento do único Prémio Nobel da Literatura português, sob o lema “Herdeiros de Saramago passam o testemunho”.

Para o efeito, foram convidados quatro autores, galardoados com o prestigioso Prémio Literário José Saramago, que passarão o testemunho a escritores que ainda não obtiveram esse honroso reconhecimento, como será o caso do próximo sábado, quando Bruno Vieira Amaral convidar Frederico Pedreira a partilhar conversas com o público.

À noite, dominarão as tradições populares, na forma do 23º Festival de Folclore da Figueira e do 20º Festival de Folclore, promovido pelo Rancho Folclórico da Ladeira do Vau.

Depois de dois anos de paragem, o evento que terá lugar no Polidesportivo da Figueira tem início às 21h30 e juntará o Rancho Folclórico da Figueira, o Grupo de Folclore Estrelinhas do Sul (Paio Pires), o Grupo Cultural e Etnográfico de Alcanhões (Santarém) e Grupo Cultural e Etnográfico de Ribeira de Mata (Soure), estando ainda agendado para as 22h45 um baile popular, com o acordeonista e vocalista Roberto Bernardino.

Quanto ao espetáculo agendado para as 21h00 no recinto da sede do Rancho Folclórico da Ladeira do Vau, contará com a participação do Rancho Folclórico Fazendas de Almeirim, do Rancho Folclórico Cultural Danças e Cantares da Região do Forninho (Poceirão) e do Rancho Folclórico Cinco Estrelas de Abril (Grândola), para além do agrupamento organizador.

Ainda no âmbito da expressão corporal, destaque para o espetáculo de encerramento do ano letivo 2021/2022 da Escola Municipal de Dança, marcado para as 22h00 no grande auditório do Teatro Municipal de Portimão e intitulado “A face oculta da Lua”.

Participarão as classes de ballet intermédio e dança contemporânea, sendo convidados para este momento especial a bailarina Laura Abel e o músico Paulo Viegas.

Por fim, no domingo 17 de julho o Portimão Arena será palco, a partir das 18h00, do espetáculo de final do ano letivo do Portimão Dance Studio.

 

Lota Cool Market e Portimão Wine Tasting estão de regresso

A cadência de eventos de cunho cultural continuará nos dias seguintes, com o regresso – após dois anos de interregno devido à Covid-19 – do Lota Cool Market, promovido pela Teia D’impulsos na antiga Lota de Portimão e zona envolvente, e que de 21 a 24 de julho, entre as 18h00 e a 01h00, será marcado por uma eCOOLogical vibe muito própria, em prol da consciencialização ambiental dos visitantes.

O “mercado mais cool do sul” é de entrada livre e contará com um cartaz musical e outros momentos de animação, promovendo o conceito de mercado pop-up ao ar livre, ao reunir propostas únicas e originais de artesãos urbanos, novos designers e artistas das mais diversas áreas.

Por outro lado, e também depois de uma paragem de dois anos por causa da pandemia, os produtores de vinhos do concelho voltam a exibir as suas colheitas no Portimão Wine Tasting, marcado para os dias 22, 23 e 24 de julho na Fortaleza de Santa Catarina.

Durante três dias, entre as 21h00 e a meia-noite, a Herdade dos Pimentéis, a Quinta da Penina e a Aveleda SA farão as honras da casa num evento cheio de animação, onde se pode conhecer, provar e adquirir vinhos de qualidade reconhecida, assim como os produtores e enólogos que lhes dedicam trabalho e dão alma.

Enquanto a música e a dança desfilam no palco, os visitantes terão oportunidade de degustar a excelência e o requinte dos vinhos produzidos em Portimão, num ambiente sofisticado e descontraído, tendo como cenário a fachada da Fortaleza de Santa Catarina, o rio, e o mar.

Toda esta dinâmica terá continuidade ao longo da época estival, complementando os atributos que fazem de Portimão um destino turístico de referência, com destaque para a oferta hoteleira, o património, a cultura, a gastronomia e, sobretudo, a natureza.

A programação de verão poderá ser consultada online em https://bit.ly/3AGeTjS